Tradições

 

O Ontem Visto no Hoje de Amanhã...

 

Pegarinhos possui um conjunto de tradições que identificam e caracterizam não só a aldeia, mas também as gentes que aí habitam já que, apesar da sua pequena dimensão, é uma terra marcada por uma forte presença cultural. 


Estas tradições procuram estabelecer a herança cultural do povo pegarinhense e com elas guardar, ao longo das diferentes gerações, um conjunto de costumes e crenças. Em festividades (religiosas ou populares), jogos, cantares, rezas, poesia, memórias, a tradição é mantida e transmitida.


Esta riqueza cultural é de grande importância não só para o panorama etnográfico local mas também para o do país.

 

Tradições (…)

 

No descasque das amêndoas
À luz fraca da candeia
Contavam-se lindas histórias
E o que se passava na aldeia.

 

A seguir era a vindima,
Muito trabalho e alegria
Debaixo de sol ardente
Vindimava-se à porfia.

 

Os homens pisavam as uvas
À noite nas lagaradas,
Davam voltas e voltinhas
Com as calças arregaçadas.

 

O vinho depois de curado
Era vendido a comerciantes
Metido em pipas de madeira
Ia para terras distantes.

 

Azeitona, a última colheita
Mas não de menor valia
Apanhada toda à mão,
Muito frio se sofria.

 

Transformada em azeite fino
Nas azenhas mais rurais
A tudo dá bom sabor
E é dos alimentos principais.

 

Hoje é tudo diferente
É tudo mecanizado
Mas, os portugueses sofreram
Por ser um país atrasado.

 

Mariana do Céu Moreira